Pra isso que você foi chamado

Vamos mudar essa realidade. Fazer o que gostamos. Sair da zona de conforto e do comodismo.

Existe um mundo de oportunidades aí fora, então saia dessa caixinha que você chama de mundo vá desenvolver coisas inovadoras. É pra isso que você foi chamado.

Técnico

Ando muito mais técnico do o normal. Estou em contato direto com linguagens como Visual Basic, C e Java e por conta disso aprendi coisas interessantes como conversão de bases, compiladores, ponteiros, matrizes e vetores. Isso tem me deixado muito mais curioso pra entender como funciona esse universo da programalçao de computadores.

Estou muito interessado em aputar meu raciocínio lógico e para isso estou procurando livros e exercícios que possam me proporcionar esse aprendizado.

Bom, vou nessa pesquisar mais um pouco.

A quem pertence nossas ideias?

Tive uma dúvida agora. Nossas ideias são de nossa propriedade ou são um bem comum, de propriedade de todos?

No primeiro momento podemos afirmar que se trata de um bem particular, gerado na mente de um indivíduo, portanto de propriedade dele. Mas analise comigo: as ideias não são fruto do acaso, elas surgem da experiência que temos com o mundo exterior, das interações que temos com o ambiente e com as pessoas ao nosso redor. Elas devem sua existência à realidade externa.

Seriam elas OpenSource?

2 leitores

Segundo as estatísticas do WordPress, diariamente eu tenho dois leitores desse blog.

Vamos estudar, porque escrever não está dando muito certo não :)

Eu continuo

E eu continuo por aí sem saber o que escrever, sem saber o que produzir. Ando completamente sem foco. Faço muitas coisas e não faço nada ao mesmo tempo. Paradoxo? Não. Desorganização. Fruto de uma mente hiperativa. Não consigo me focar em assunto só.

Hoje dei novos rumos à minha vida, sobretudo no campo profissional. Vou precisar me organizar porque o desafio é muito grande.

Boa noite.

Eita vida besta meu Deus

O titulo é uma alusão ao poema Cidadezinha qualquer de Carlos Drummond de Andrade.

Minha vida está muito besta.

Estou num imenso vazio. Procurando sentido no que tenho feito, mas infelizmente não encontro. Falta alguma coisa. Acho que falta o sentido de criatura e criação. Quero dizer: estou longe da criação, portando vivendo sem sentido.

Como um filho longe do pai. É assim que me sinto.

Eita vida besta meu Deus.

Como são as caçulas

Elas são impacientes, mimadas, egoístas. Querem tudo pra elas.

Toda atenção é pouca. Todos os elogios são pouco. Não há abraço e palavras de carinho que sacie sua necessidade de serem mimadas a todo instante.

Egoístas.

Tem um fascínio em nos prender em seu colo. Têm a arte de conseguir de nós tudo que querem.

A culpa é dos pais, esses velhos corujas que criaram suas caçulas a base de dengo.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.